Bolachas Húngaras de Coco e Laranja

Adoro fazer bolachas. Escolher os sabores. Misturar umas quantas coisas numa tigela. Provar, ajustar, provar novamente. Meter as mãos na massa e moldar as bolachas. Levar ao forno e ver o calor fazer a sua magia enquanto se faz um chá. Deixar as bolachas a arrefecer mas queimar a lingua porque se teima em comer uma saída do forno. Fazer duas, três ou quatro fornadas. Partilhar com quem mais gosto e ver o sorriso que só as bolachas caseiras podem dar.

Ver Mais

0