Caldo de Legumes Caseiro

Panela com aproveitamentos de legumes para caldo de legumes caseiro

Caldo de legumes caseiro parece ser uma coisa bastante complicada de se fazer mas, na verdade, é umas das coisas mais fáceis que podes fazer na tua cozinha. Não precisas de grande preparação, basta colocares tudo num tacho e deixar o lume e o tempo fazerem o seu trabalho.

É uma das minhas “não-receitas” (a sério, é tão fácil que nem considero isto de receita) favoritas, pois para além de dar mais sabor aos nossos cozinhados, pode ser feito com aproveitamentos dos legumes que vamos usando durante a semana, rentabilizando assim ao máximo os alimentos que temos em casa. Costumo fazer aos fins de semana quando faço a minha preparação de refeições para o resto dos dias e tenho quase sempre um frasco de caldo de legumes no frigorífico ou no congelador.

Nunca fizeste caldo de legumes e ficaste curiosa/o? Vê então as minhas dicas para começares a prepará-lo em casa.

Read more

0

Almôndegas de Feijão Preto e Azeitonas

Almôndegas de feijão preto

Almôndegas de feijão, ou de qualquer outra leguminosa, são das receitas mais versárteis da cozinha vegetariana.

Há mil combinações possíveis pelo que dá para adaptar este tipo de receita ao gosto de cada um e também aos ingredientes disponíveis em casa. Neste caso saíram umas almôndegas de feijão preto com alguns restos que tinha no frigorífico, de alcaparras e azeitonas.

Receitas de almôndegas de feijão são muito fáceis de preparar e são naturalmente deliciosas mas há algumas coisas que podes fazer para torná-las ainda melhores.

 

DICAS PARA ALMÔNDEGAS de FEIJÃO DELICIOSAS

1. Cozer o feijão em casa

Cozer o feijão em casa é uma óptima maneira de lhe dar mais sabor. Para além de alga kombu, para ajudar na digestibilidade do feijão, juntar uma folha de louro e um dente de alho grande dá um sabor fenomenal. O sal deve ser adicionado apenas no fim quando o feijão já estiver pronto, porque dificulta a sua cozedura, principalmente se não usas panela de pressão. Gosto de juntar o sal, deixar ferver mais 5 minutos, apagar o lume e deixar tapado meia hora.

2. Especiarias e ervas aromáticas

As especiarias e as ervas aromáticas são essenciais para potenciar o sabor dos cozinhados com feijão. Com o feijão preto ficam bem o pimentão doce fumado, os cominhos, o piri-piri e ervas como os orégãos e os coentros.

3. Legumes / outros ingredientes

É possível ter almôndegas saborosas se forem usados apenas o feijão e os temperos, mas adicionar alguns legumes dá-lhes mais camadas de sabor. Se quiseres gastar mais alguns minutos ao fogão ficam aqui muito bem cogumelos salteados, alho francês ou cebola caramelizada. Se é para ser rápido então cebola crua picada, cenoura ou beterraba ralada podem ser opções. Lembras-te do alho que cozeu com o feijão? Não deites fora, junta aqui, vai dar um sabor óptimo à mistura de feijão. Outros ingredientes que podes usar são as azeitonas, alcaparras, tomate seco ou pimento assado.

4. Textura

A textura é importante para boas almôndegas. A textura certa facilita moldar as almôndegas e cozinha-las mantendo a forma. Ninguém gosta de almôndegas espapassadas certo? Há duas coisas a fazer para ter almôndegas firmes: usar algo que absorva a humidade da mistura de feijão, como pão ralado ou farinha de aveia, e moldar as almôndegas com a mistura de feijão fria.

Com estes truques estás pronta/o a fazer as melhores almôndegas de feijão de sempre!

Almôndegas de feijão preto

 

Almôndegas de Feijão Preto e Azeitonas

Ingredientes (para cerca de 20 almôndegas)

  • 3 chávenas de feijão preto cozido
  • 1 colher de sopa cheia de alcaparras
  • 6 azeitonas verdes grandes
  • 2 tomates secos em óleo
  • 1 dente de alho (usar o que cozeu com o feijão) ou 1 colher de sobremesa de alho em pó
  • 1/2 cebola pequena picada
  • 1/2 colher de sobremesa de pimentão doce fumado
  • 1/4 colher de sobremesa de flocos de piri-piri
  • 1 colher de sobremesa de oregãos secos
  • 1/2 chávena de pão ralado

Como preparar

Tritura o feijão com o alho, a cebola, o pimentão doce fumado, o piri-piri e os oregãos, até ficar uma pasta mas ainda com alguns pedaços do feijão.

Transfere a mistura de feijão para uma taça grande.

Pica as alcaparras, as azeitonas e o tomate seco e junta à mistura do feijão.

Adiciona o pão ralado e mistura tudo muito bem.

Forma bolas pequenas e doura-as numa frigideira com um fio de azeite, em lume médio.

Serve com molho de tomate e esparguete ou puré de batata.


Vê também a receita de hambúrgueres de feijão preto com creme de abacate


NOTA:

Podes usar esta massa de feijão para fazer hambúrgueres ou croquetes. Para hambúrgueres basta usar mais quantidade para moldar uma bola maior e achatar com a palma das mãos. Para os croquetes rola a bola nas tuas mãos até ter o formato típico de cilindro. O resto do processo é exactamente igual.

0

5 ingredientes diferentes para tornar as suas refeições mais saborosas

Digo muitas vezes que a alimentação vegetariana não precisa de ingredientes estranhos ou difíceis de encontrar para ser saborosa. Fazer refeições vegetarianas é do mais simples que há, não precisamos de complicar demais a combinação de alimentos, basta usarmos os legumes, leguminosas, cereais e frutas que tão bem conhecemos!

Mas, quando já estamos à vontade neste mundo verde, há alguns ingredientes que podem ajudar as nossas refeições a ficar ainda mais espectaculares, a dar-lhes aquele toque diferente que as torna especiais e também a aumentar a diversificação da nossa alimentação.

Aqui ficam 5 ingredientes um pouco diferentes e como usá-los para tornar as suas refeições mais saborosas.

Read more

1+

Massa com Creme de Ervilhas

Uma das coisas que mais gozo me dá quando falo de vegetarianismo é desmistificá-lo com pequenas acções do dia-à-dia.
Se é vegetariano provavelmente já ouviu isto e se não é também é provavel que já tenha dito ou pensado: “Até gostava de fazer comida vegetariana mas é muito complicada, não tenho tempo nem os ingredientes para isso!”

Eu já ouvi mil vezes – e provavelmente também já pensei o mesmo – e adoro mostrar como é tão mais fácil e saboroso do que se pensa. O mais engraçado é que nem preciso de fazer ou dizer muito porque a comida fala por si. Seja no trabalho, com a marmita que levo todos os dias, seja em refeições com a família, onde também é frequente levar qualquer coisa já preparada, há sempre perguntas e curiosidade sobre o que estou a comer “O que é isso?” “Como é que fazes?”.

Read more

2+